Revista Portuguesa de Imunoalergologia

Arquivo RPIATodas publicações


  • Substância P na asma brônquica 2006 Vol.XIV, nº2

    Intervenção nos mecanismos de oxidação e activação celular

    A Substância P (SP) descrita pela primeira vez no início do século XX, desempenha uma acção relevante a nível da inflamação neuroimune e do tónus da musculatura lisa. A asma brônquica é uma patologia crónica, com prevalência crescente em todos os países desenvolvidos. A inflamação crónica subjacente à doença pode limitar a reversibilidade funcional do órgão (respiratório), particularmente em casos clínicos mais arrastados.
    Ana Todo-Bom1, , Anabela Mota Pinto2, , Sofia Vale Pereira3, , Vera Alves4, , Marília Dourado5, , Celso Chieira6, , Manuel Santos Rosa7,

    Urticária ao frio: uma realidade em caracterização 2006 Vol.XIV, nº2

    ARTIGO ORIGINAL

    A urticária ao frio (UF), habitualmente considerada como benigna e autolimitada, é muitas vezes não diagnosticada nem devidamente valorizada. No entanto, pode ser causa de reacção sistémica grave, potencialmente fatal.
    Susana Piedade1, , Mário Morais-Almeida1, , Ângela Gaspar1, , Cristina Santa-Marta1, , Sónia Rosa1, , Sara Prates1, , Graça Pires1, , José Rosado-Pinto1,

    Podemos acreditar nos registos escritos de DEMI na asma ocupacional? 2006 Vol.XIV, nº2

    ARTIGO ORIGINAL

    monitorização do débito expiratório máximo instantâneo (DEMI) em exposição e afastamento do local de trabalho é uma importante ferramenta na avaliação da relação da asma com a exposição ocupacional. Apesar dos registos escritos dos valores de DEMI terem limitações conhecidas, não há dados relativamente à magnitude dos registos não exactos e/ou fabricados na população portuguesa.
    Cristina Lopes1, , João Fonseca2, 3, , José Castela Torres da Costa4, , José Pedro Moreira da Silva4, , Graça Castel-Branco5,

    Deficiência de factor C3 – um caso clínico 2006 Vol.XIV, nº2

    CASO CLÍNICO

    O sistema do complemento é um componente essencial do sistema imunitário inato, pelo que as deficiências de proteínas da sua complexa cascata podem ter consequências mais ou menos graves, de acordo com a importância do factor afectado. As complicações mais usuais das deficiências do complemento são infecções recorrentes a bactérias encapsuladas e distúrbios autoimunes.
    Pedro Martins1, , Ângela Gaspar1, , José Rosado Pinto1,

    Dia Mundial da Asma 2006 em Coimbra 2006 Vol.XIV, nº2

    INFORMAÇÃO

    O dia 2 de Maio de 2006 é referenciado como o “Dia Mundial da Asma”. Sendo a asma uma doença inflamatória crónica com prevalência crescente em todo o mundo Ocidental.
    Carlos Loureiro1,

    DIAGNOSING IMMEDIATE REACTIONS TO CEPHALOSPORINS 2006 Vol.XIV, nº2

    ARTIGOS COMENTADOS

    As cefalosporinas são dos antibióticos mais frequentemente utilizados no tratamento de infecções comuns, podendo ser causa de reacções alérgicas imediatas (manifestações que ocorrem até 1 hora após a administração do fármaco).

    Curso sobre alergia alimentar da EAACI 2006 Vol.XIV, nº2

    PÁGINA JOVEM

    As doenças alérgicas são um importante problema de Saúde Pública em todos os Países da Europa, pela sua prevalência, implicações sócio-económicas e acometimento da qualidade de vida do doente e seus familiares directos. A alergia alimentar surge como uma preocupação na comunidade médica, não só pelos factos referidos anteriormente, como pela gravidade das apresentações clínicas, que podem perigar a vida.
    Sónia Rosa1, , Rodrigo Alves2, , Susana Piedade1, , Rute Reis3, , Luísa Geraldes4, , Alexandra Figueira Santos4, , Célia Costa5, , Ana Teresa Silva6, , Ana Romeira7, , Luís Miguel Borrego7,

    PÁGINA INTERNACIONAL 2006 Vol.XIV, nº2

    Nestes últimos meses a Revista Portuguesa de Imunoalergologia (RPIA), teve a felicidade de poder dispor de 2 suplementos, um deles dedicado a estudo sobre a prevalência da rinite em adolescentes, em Portugal, e um outro no início de Junho durante o VII Congresso Luso-Brasileiro, sob a organização da SLBAIC e da SPAIC.
    Carlos Nunes1, 2,