Revista Portuguesa de Imunoalergologia

Arquivo RPIATodas publicações


  • EDITORIAL 2006 Vol.XIV, nº3

    Recentemente, a comunicação social veio informar que a livre circulação de doentes dos vários países da Comunidade Europeia iria constituír uma realidade a curto prazo, podendo os doentes vir a escolher o país e o hospital em que querem ser tratados.O que não foi transmitido foi que paralelamente a este movimento europeu existe um conjunto de práticas profissionais médicas que o acompanham, desde o estímulo à livre circulação dos médicos para formação e investigação, até à
    José Rosado Pinto

    Pneumonias eosinofílicas 2006 Vol.XIV, nº3

    ARTIGO DE REVISÃO

    As pneumonias eosinofílicas (PE) representam um grupo heterogéneo de doenças pulmonares caracterizado por eosinofilia alveolar (>25%) e/ou eosinofilia no sangue periférico (>1x109 eosinófilos/l). Embora a patogénese das PE permaneça mal compreendida, a infiltração do parênquima pulmonar por eosinófilos sugere que eles sejam as células efectoras major nos mecanismos fisiopatológicos subjacentes a estas entidades.
    Eunice Magalhães1, , Beatriz Tavares2, , Celso Chieira3,

    Sensibilização aos pólenes em crianças com idade inferior a 8 anos 2006 Vol.XIV, nº3

    ARTIGO ORIGINAL

    A patologia alérgica apresenta uma prevalência elevada na idade pediátrica, com tendência crescente, desempenhando os pólenes um papel importante.
    Catarina Diamantino1, , Elsa Caeiro2, , Laura Martins1, , Fernando Almeida3, , Maria Luísa Lopes4,

    Um caso clínico de urticária retardada de pressão 2006 Vol.XIV, nº3

    CASO CLÍNICO

    A urticária retardada de pressão é uma forma rara de urticária física que se caracteriza pelo aparecimento de urticária e angioedema após aplicação de pressão mecânica. Na maioria dos casos está associada a urticária crónica idiopática.
    Sónia Rosa1, , Miguel Borrego1, , José Rosado Pinto1,

    Ácaros Alergénicos em Portugal – Resultados preliminares 2006 Vol.XIV, nº3

    Os ácaros são considerados em todo o mundo importantes fontes de aeroalergénios, particularmente em ambientes de interior. O objectivo deste estudo consistiu na identificação das principais espécies presentes nos domicílios de todo o território nacional e quantificação de alergénios major de Dermatophagoides spp.
    Ana Todo-Bom, José Ferraz Oliveira, Carlos Nunes, Mário Morais de Almeida, José Plácido , Carlos Loureiro, Ângela Gaspar, Susel Ladeira, Amélia Spínola, Elisa Pedro, Luísa Geraldes, Celso Chieira,1, , Hélder Pinto, Victor Iraola, Enrique Fernández-Caldas2,

    Desafio da Doença Alérgica: Presente e Futuro 2006 Vol.XIV, nº3

    PROGRAMA DA XXVII REUNIÃO ANUAL DA SPAIC

    HOTEL SANA LISBOA 11 A 14 DE OUTUBRO DE 2006

    Reflexão sobre riscos, asma e tabagismo 2006 Vol.XIV, nº3

    PRÉMIO SPAIC-UCB 2005

    O impacto da asma brônquica nas últimas décadas, nomeadamente em idade pediátrica, associando prevalências significativas a uma tendência, gravidade e custos crescentes, tem levado a que se efectuem múltiplos estudos para esclarecer causas, avaliando riscos, permitindo a elaboração de programas de prevenção.
    Mário Morais de Almeida1, , Susana Marinho1, , Ângela Gaspar1, , Susana Piedade1, , Ana Romeira1, , José Rosado Pinto1,