Revista Portuguesa de Imunoalergologia

Arquivo RPIATodas publicações


  • Índice anual 2011 Vol.XIX, nº4

    ÍNDICES ANUAIS

    EDITORIAL, ARTIGO DE REVISÃO, ARTIGOS ORIGINAIS, CASOS CLÍNICOS,

    EDITORIAL 2011 Vol.XIX, nº4

    O presente número da nossa revista inicia-se com um importantíssimo documento elaborado por alguns colegas e que consiste numas normas de orientação prática em imunoterapia específica. Abordam aspectos que vão desde indicações até segurança, cuidados na administração e mesmo aspectos de custo-benefício.
    Luís Taborda Barata

    Normas de Orientação em Imunoterapia Específica 2011 Vol.XIX, nº4

    A imunoterapia específi ca com extractos alergénicos ou vacinação anti -alérgica é o único tratamento etiológico capaz de alterar o curso natural da doença alérgica, sendo no entanto essencial a selecção criteriosa dos doentes a submeter a este tratamento e dos extractos a utilizar para optimização do rácio custo//benefício.

    Validação de um questionário de rastreio de asma alérgica em crianças de idade escolar – Comparação com a fracção de óxido nítrico no ar exalado e testes cutâneos por picada 2011 Vol.XIX, nº4

    ARTIGO ORIGINAL

    Em estudos populacionais para rastreio de asma alérgica em crianças são necessários instrumentos válidos e simples.
    Teresa Vieira1, , João Almeida Fonseca1, 2, , Rui Silva3, , Linda Cruz4, , Ana Reis Ferreira1, , Ana Leblanc1, , André Moreira1, 2, , Maria Graça Castel -Branco1,

    Anafilaxia à maçã 2011 Vol.XIX, nº4

    CASO CLÍNICO

    As rosáceas são uma importante causa de alergia alimentar no Sul da Europa, sendo o pêssego o fruto desta família mais implicado em casos de anafilaxia. Descrevem -se dois casos clínicos menos comuns de anafilaxia a maçã
    Natacha Santos1, , Ângela Gaspar1, , Ângela Gaspar1, , Graça Pires1, , Mário Morais -Almeida1,

    Hipersensibilidade à clonixina. A propósito de um caso clínico 2011 Vol.XIX, nº4

    CASO CLÍNICO

    O aumento da frequência de reacções de hipersensibilidade a fármacos, nomeadamente a anti -inflamatórios não esteróides pouco utilizados na prática clínica, constitui um desafio constante na determinação dos métodos de diagnóstico mais úteis na investigação de cada caso.
    Teresa Moscoso1, , Marta Neto1, , Margarida Trindade1,

    Alergia ao látex na infância: Um fenómeno (in)esperado? 2011 Vol.XIX, nº4

    CASO CLÍNICO

    A alergia ao látex representa um importante problema de saúde, particularmente em grupos populacionais seleccionados, que se caracterizam por exposições frequentes e precoces a proteínas alergénicas da Hevea brasiliensis.
    Cristiana Couto1, , Elisa Mariño2, , Paula Alendouro3, , Águeda Matos1,

    NSAID -SENSITIVE ANTIHISTAMINE- -INDUCED URTICARIA/ANGIOEDEMA 2011 Vol.XIX, nº4

    ARTIGOS COMENTADOS

    Os anti -histamínicos (anti -H1) são medicamentos frequentemente utilizados no tratamento de doenças alérgicas e na urticária. Existe um amplo leque de reacções adversas atribuídas a estes medicamentos nas quais as reacções cutâneas são pouco frequentes.

    XXXII Reunião Anual da SPAIC 2011 Vol.XIX, nº4

    NOTÍCIAS

    Prémios SPAIC 2011, Estágio de alergia alimentar no Serviço de Alergologia do Hospital Universitário La Paz (Madrid)