Revista Portuguesa de Imunoalergologia

Arquivo RPIATodas publicações


  • Os Jovens Imunoalergologistas Portugueses e a RPIA 2017 Vol.XXV, nº4

    Editorial

    Olá a todos! O ano 2017 está agora a terminar mas a verdade é que foi um ano muito profícuo. A renovação da Direção da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), respetivos Grupos de Interesse bem como do Conselho Editorial da Revista Portuguesa de Imunoalergologia (RPIA) trouxe uma nova dinâmica para o seio da nossa sociedade cientíca. Em 2017, várias foram as iniciativas que imprimiram novo folgo a esta sociedade.
    Magna Correia1,

    Terapêuticas biológicas em imunoalergologia – Pré-imunoterapia e dessensibilização 2017 Vol.XXV, nº4

    Artigo de Revisão

    As doenças alérgicas afetam milhões de pessoas em todo o mundo, existindo evidência de um crescente aumento na incidência da patologia alérgica nas últimas décadas. Os tratamentos atualmente disponíveis incluem corticoesteroides e a imunoterapia com alergénios (AIT). Porém, alguns doentes apresentam reações adversas ou refratariedade a estes tratamentos. Deste modo, existe uma grande necessidade de novas abordagens terapêuticas para melhorar a segurança e a eficác
    Luís Amaral1, 2,

    Impacto do diagnóstico de alergia a fármacos 2017 Vol.XXV, nº4

    Artigo de Revisão

    O sobrediagnóstico de alergia a fármacos é um fenómeno que se observa para várias classes de medicamentos. Tal poder-se-á dever, pelo menos parcialmente, às dificuldades de proceder a um diagnóstico diferencial com outras condições com apresentações clínicas semelhantes (como exantemas infeciosos), bem como à parca execução de testes confirmatórios. Não obstante, a atribuição de um diagnóstico de alergia a fármacos não é inócua – estudos recent
    Bernardo Sousa-Pinto1, 2, 3, , Ana Margarida Pereira3, 4, , João Almeida Fonseca1, 3, 4,

    Doenças alérgicas na prática desportiva 2017 Vol.XXV, nº4

    Página Educacional

    As “síndromes de hipersensibilidade induzidos pelo exercício” incluem várias doenças alérgicas na dependência do exercício, nomeadamente a asma/broncoconstrição induzida pelo exercício, rinite associada ao exercício, anafilaxia induzida pelo exercício e urticária induzida pelo exercício. Estas podem ter um impacto significativo nos indivíduos que praticam desporto de alta competição e recreativo. Uma adequada abordagem depende do conhecimento destas patologi
    Mariana Couto1, , Diana Silva1, , João Marques1, , Miguel Paiva1, , Tiago Jacinto1, , Rita Câmara1,

    Provável síndrome DRESS a meio de contraste iodado 2017 Vol.XXV, nº4

    Caso Clínico

    O acrónimo DRESS – Drug reaction with eosinophilia and systemic symptoms refere-se a uma reação de hipersensibilidade a medicamentos grave e potencialmente fatal. Descreve-se o caso clínico de um homem, 70 anos, com lesões eritematodescamativas pruriginosas, associado a edema das mãos, eosinofilia (1980/uL) e hiperemia conjuntival, que surgiu quatro dias após reintrodução de tratamento com fenitoína e dez dias após a administração de meio de con- traste iodado (MCI).
    Ana Sofia Moreira1, , Susana Cadinha1, , Miguel Vieira1, , José Pedro Moreira da Silva1,

    Anafilaxia ao frio 2017 Vol.XXV, nº4

    ALLERGYMAGE

    Adolescente, 12 anos, sexo feminino, residente na Bélgica, recorreu à urgência por aparecimento de exantema urticariforme nas pernas, edema das mãos e lipotimia após mergulho no mar, com regres- são total dos sintomas após exposição solar e em decúbito dorsal. A salientar edema e urticária na mão após segurar copo gelado. Sem história sugestiva de infeção ou doença autoimune ou relação com esforço físico. O “teste do cubo de gelo” foi positivo com rea
    Francisca Costa1, , Rita Vieira de Carvalho1, , Anna Sokolova1,

    Artigos Comentados 2017 Vol.XXV, nº4

    Coordenação: Graça Loureiro, José Geraldo Dias, Natacha Santos

    Notícias 2017 Vol.XXV, nº4

    SPAIC-AZ Lung Residents Academy - Comunicação em saúde 2017 Vol.XXV, nº4

    Prémios da SPAIC 2017 Vol.XXV, nº4

    Com o intuito de estimular a investigação em Portugal e a formação específica na área de Alergologia e Imunologia Clínica, a SPAIC institui anualmente concurso para atribuição de Prémios Científicos.