Revista Portuguesa de Imunoalergologia

Arquivo RPIATodas publicações


  • EDITORIAL 2010 Vol.XVIII, nº2

    este número da nossa revista começamos a publicar uma série de artigos sobre o angioedema hereditário, patologia rara e para a qual existe, ainda hoje em dia, uma enorme ignorância por parte da classe médica em geral, o que se refl ecte na inaceitavelmente longa demora diagnóstica e no grande número de intervenções inefi cazes – e até iatrogénicas – que os doentes acabam por ter ao longo das suas vidas
    Manuel Branco Ferreira

    Síndrome de hipersensibilidade múltipla a fármacos 2010 Vol.XVIII, nº2

    ARTIGO DE REVISÃO

    A síndrome de hipersensibilidade múltipla a fármacos (SHMF) define-se pela presença, no mesmo doente, de reacções de hipersensibilidade a pelos menos dois fármacos, química e estruturalmente diferentes. Os fármacos mais frequentemente implicados pertencem ao grupo dos antibióticos e dos anti-inflamatórios não esteróides (AINE). São considerados como doentes de risco: doentes com patologias graves, polimedicados, com história anterior de reacção de hipersensibilidade grave a um f
    Ana Teresa Silva1, 2, , Emília Faria3, 4,

    Avaliação da função respiratória em função dos factores de risco para asma em crianças com sibilância recorrente 2010 Vol.XVIII, nº2

    ARTIGO ORIGINAL

    A sibilância recorrente é uma entidade muito prevalente na infância. Nos últimos anos têm sido identificados vários factores de risco para asma brônquica em crianças com sibilância recorrente, não se encontrando clarificada a importância da avaliação funcional respiratória. Pretendeu -se avaliar se a função respiratória estaria comprometida em crianças com sibilância recorrente até aos 2 anos de idade com e sem factores de risco para asma brônquica (história de asma parenta
    Luís Miguel Borrego1, 2, , Janet Stocks3, , Paula Leiria -Pinto1, , Isabel Peralta1, , Ana Margarida Romeira1, , José Rosado-Pinto1, , Ah-Fong Hoo3,

    Avaliação do tratamento com imunoglobulina na urticária crónica autoimune 2010 Vol.XVIII, nº2

    ARTIGO ORIGINAL

    A eficácia da imunoglobulina humana endovenosa (IGEV) na urticária crónica autoimune (UCAI) grave, refractária ao tratamento clássico, tem sido demonstrada em vários estudos, sendo controversa a dose de IGEV a utilizar. Objectivos: Avaliar a eficácia da IGEV no tratamento de doentes com UCAI, determinar a dose e duração mais eficazes e eventuais efeitos adversos. Material e métodos: Estudo retrospectivo dos doentes com UCAI submetidos a IGEV, desde Janeiro/1996 a Abril/2007. De acordo
    Fátima Cabral Duarte1, , Ana Célia Costa1, , Susana Lopes da Silva1, , Anabela Lopes1, , Amélia Spínola Santos1, , Elisa Pedro1, , Manuel Pereira Barbosa1, 2,

    Angioedema hereditário – Caracterização de uma população pediátrica 2010 Vol.XVIII, nº2

    ARTIGO ORIGINAL

    O angioedema hereditário (AEH) é uma doença autossómica dominante que resulta da deficiência, quantitativa ou funcional, do inibidor da C1 esterase (C1 -INH). A doença manifesta -se, com frequência, durante a infância sob a forma de crises recorrentes de angioedema, podendo ser potencialmente fatal. Objectivo: Aprofundar o conhecimento sobre esta patologia em idade pediátrica. Métodos: Foram incluídos os doentes pediátricos seguidos no Serviço de Imunoalergologia do Hospital de Dona
    Miguel Paiva1, , Ângela Gaspar1, , Virgínia Loureiro2, , Paula Leiria-Pinto1,

    Bronquite eosinofílica em criança de 9 anos 2010 Vol.XVIII, nº2

    CASO CLÍNICO

    A tosse crónica ou persistente é um sintoma comum a diversas doenças, tornando -se necessário o estudo da sua etiopatogenia antes de iniciar tratamento sintomático ou empírico. Caso clínico: Criança de 9 anos de idade, sexo masculino, antecedentes pessoais de sinusite maxilar aos 5 anos de idade, que apresenta quadro de tosse inicialmente esporádica mas de agravamento progressivo, sem outros sintomas associados (dispneia, sibilância). Exame físico normal. Exames complementares de diag
    Francisco Muñoz López1, 2, 3,

    Alergia ao itraconazol 2010 Vol.XVIII, nº2

    ALLERGYMAGE

    Estudo sobre jovem saudáve que ao 10º dia de tratamento com itraconazol (200 mg/dia) por onicomicose, refere o aparecimento de erupção maculopapular pruriginosa
    Marta Salgado, Rute Reis, Elza Tomaz, António Vinhas de Sousa, Filipe Inácio

    IMMUNOGLOBULIN E-MEDIATED IMMEDIATE ALLERGIC REACTIONS TO DIPYRONE: VALUE OF BASOPHIL ACTIVATION TEST IN THE IDENTIFICATION OF PATIENTS 2010 Vol.XVIII, nº2

    ARTIGOS COMENTADOS

    Os anti-inflamatórios não esteróides (AINE) são uma das causas mais frequentes de reacções adversas a fármacos, resultando uma parte importante destas reacções de mecanismos de hipersensibilidade.
    Maria Isabel Mascarenhas, Sofia Pinto Luz

    Estágio no Serviço de Alergologia do Hospital Universitário La Paz, em Madrid 2010 Vol.XVIII, nº2

    NOTÍCIAS

    IV Reunião de Imunodeficiências Primárias / I Reunião de Enfermagem de IDP, Associação de Doentes com Angioedema Hereditário, 1.º Congresso Internacional da SEAS