Revista Portuguesa de Imunoalergologia

Arquivo RPIATodas publicações


  • Índice anual 2013 Vol.XXI, nº4

    ÍNDICES ANUAIS

    EDITORIAL, ARTIGO DE REVISÃO, ARTIGOS ORIGINAIS, CASOS CLÍNICOS,

    EDITORIAL Novo 2013 Vol.XXI, nº4

    É com a maior satisfação que nos dirigimos a Vós, neste momento em que termina o nosso percurso pelas últimas cinco Direcções eleitas da Sociedade e, durante o qual, confirmámos que a maior riqueza destas organizações reside nas capacidades e competências dos seus Sócios. É o seu capital crítico.
    Mário Morais de Almeida

    EDITORIAL 2013 Vol.XXI, nº4

    com grande prazer que vos dirijo estas últimas palavras na qualidade de Editor da Revista Portuguesa de Imunoalergologia (RPIA). Foi com enorme gosto que durante estes dois últimos anos desempenhei esta função, provavelmente nem sempre da forma mais efi caz, mas tentando sempre dar o meu melhor conforme me foi sendo possível. Destaco a importante indexação recentemente obtida da RPIA na plataforma SciELO (Scientifi c Electronic Library Online) Citation Index da Thomson Reuters.
    Ângela Gaspar

    Imunogenética das reacções alérgicas a fármacos 2013 Vol.XXI, nº4

    ARTIGO DE REVISÃO

    A base genética das reacções alérgicas a fármacos pode relacionar -se com genes nas vias de activação ou inactivação que afectam a farmacocinética ou farmacodinâmica, no reconhecimento e resposta do sistema imunológico (imunogenética) ou nos mecanismos de lesão e reparação tecidular.
    Natacha Santos1, , Josefina Rodrigues Cernadas1,

    O uso de anestésico local não afecta o resultado dos testes intradérmicos 2013 Vol.XXI, nº4

    ARTIGO ORIGINAL

    Os testes intradérmicos (TID), embora dolorosos, são essenciais no diagnóstico de alergia a fármacos e a veneno de himenópteros (VH). A utilização de anestésico tópico demonstrou reduzir significativamente a dor associada aos testes cutâneos.
    Mariana Couto1, 2, , Diana Silva1, , Ana Ferreira1, , Eunice Castro1, 3, , Alice Coimbra1, , Josefina Rodrigues Cernadas1, 3,

    Doença do soro -like associada à administração de fármacos em idade pediátrica 2013 Vol.XXI, nº4

    ARTIGO ORIGINAL

    A doença do soro -like (DSL) é uma entidade rara, habitualmente auto -limitada, com prognóstico favorável, que se pode associar à administração de fármacos.
    Patrícia Barreira1, , Eva Gomes2,

    Caracterização das admissões por asma ao serviço de urgência de um hospital central 2013 Vol.XXI, nº4

    ARTIGO ORIGINAL

    A asma, patologia crónica, com gravidade variável e frequentes exacerbações, pode motivar recurso ao serviço de urgência (SU).
    Ana Leblanc1, , Rui Silva1, , Eunice Dias de Castro1,

    Determinação da IgE específica em crianças com alergia às proteínas do leite de vaca 2013 Vol.XXI, nº4

    CARTA AO EDITOR

    A alergia às proteínas do leite de vaca (APLV) é uma das alergias mais comuns em idade pediátrica, afectando 1 a 3% das crianças1. O diagnóstico baseia-se numa história clínica detalhada, e no caso de suspeita de um mecanismo mediado por IgE, na realização de testes cutâneos por picada (TCP) e doseamentos de IgE específi ca sérica (sIgE) seguidos de prova de provocação oral (PPO)2.
    Teresa Moscoso1, , João Gaspar Marques2, 3, , Virgínia Loureiro4, , Pedro Martins2, 3, , Paula Leiria Pinto2, 5,

    XXXIV Reunião Anual da SPAIC 2013 Vol.XXI, nº4

    Prémios SPAIC 2013,Tomada de posse dos Corpos Sociais da SPAIC para o triénio 2014-2016, Estágio no Serviço de Alergologia e Imunologia Clínica do Hospital Mount Sinai, Nova Iorque,Estados Unidos da América.
    Natacha Santos1,

    CALENDÁRIO DE REUNIÕES 2013 Vol.XXI, nº4

    Data, Local, Website

    EDITORIAL 2013 Vol.XXI, nº3

    O presente número da Revista Portuguesa de Imunoalergologia (RPIA) começa com um artigo de revisão sobre anafilaxia em idade pediátrica. Os autores revêem vários aspectos.
    Ângela Gaspar

    Anafilaxia em idade pediátrica: Do lactente ao adolescente 2013 Vol.XXI, nº3

    ARTIGO DE REVISÃO

    A anafilaxia é uma reacção alérgica grave, cuja prevalência tem vindo a aumentar, sobretudo em idade pediátrica. A sua forma de apresentação clínica diverge entre grupos etários e ao longo do crescimento do indivíduo.
    Diana Silva1, , Ângela Gaspar2, , Mariana Couto1, , Mário Morais-Almeida2,

    Imunoterapia específica subcutânea: Qual a persistência e adesão dos doentes na vida real? 2013 Vol.XXI, nº3

    ARTIGO ORIGINAL

    Nas terapêuticas crónicas, a persistência e adesão à terapêutica são essenciais. Contudo, há poucos estudos que avaliem estes aspectos na imunoterapia específica subcutânea (ITSC).
    Manuel Branco Ferreira1, 2, , Leonor Paulos Viegas1, , Anabela Resende3, , Cândida Machado3, , Manuel Pereira Barbosa1, 2,

    Perfil de diversidade da comunidade estafilocócica da pele em doentes com dermatite atópica 2013 Vol.XXI, nº3

    ARTIGO ORIGINAL

    A dermatite atópica (DA) é uma doença cutânea crónica imunologicamente mediada em que a maioria dos doentes está colonizada por Staphylococcus aureus (S. aureus) capaz de produzir vários factores de virulência.
    Cristina Lopes1, 2, , José Soares3, , Freni Tavaria3, , Rosa Silva4, , Vera Oliveira4, , José Morgado4, , Luís Delgado1, 5, , Manuela Pintado2,

    Avaliação da função respiratória: Comparação entre valores de referência percentuais fixos e o 5.º percentil para diagnóstico de obstrução das vias aéreas 2013 Vol.XXI, nº3

    ARTIGO ORIGINAL

    Têm sido utilizados critérios fixos para avaliação funcional de doentes com patologia respiratória. É actualmente recomendado pelas orientações internacionais a utilização preferencial do limite inferior (LLN) ou superior da normalidade (inferior ou superior ao 5.º percentil).
    Luís Miguel Borrego1, 2, , Mariana Couto1, 3, 4, , Isabel Almeida1, , Lara Pimenta1, , Sara Matos1, , Mário Morais -Almeida1, 5,

    Nefrite intersticial aguda induzida pela piperacilina-tazobactam? 2013 Vol.XXI, nº3

    CASO CLÍNICO

    A nefrite intersticial aguda (NIA) é uma apresentação frequente de lesão renal, sendo os fármacos, actualmente, os agentes etiológicos mais envolvidos.
    Teresa Moscoso1, , Maria João Paes1, , Marta Neto1,

    Edema agudo hemorrágico da infância 2013 Vol.XXI, nº3

    ALLERGYMAGE

    Lactente de 42 dias, do sexo feminino, sob aleitamento materno exclusivo com aparecimento súbito de dermatose inicialmente localizada à face, com progressão nas 24 horas seguintes ao tronco e membros e discreto edema das extremidades distais.
    Catarina Garcia1, , Anna Sokolova1, , Maria de Lurdes Torre1, , Cristina Amaro2,

    EFFICACY OF ALLERGEN -SPECIFIC IMMUNOTHERAPY FOR ATOPIC DERMATITIS: A SYSTEMATIC REVIEW AND META- -ANALYSIS OF RANDOMIZED CONTROLLED TRIALS 2013 Vol.XXI, nº3

    ARTIGOS COMENTADOS

    A imunoterapia específica (SIT) antialérgica é o único tratamento dirigido à causa das doenças alérgicas mediadas por IgE. No entanto, o seu uso em doentes com dermatite atópica é controverso.

    Congresso da EAACI – WAO 2013 2013 Vol.XXI, nº3

    NOTÍCIAS

    Estágio na Norwegian School of Sport Sciences, Oslo, Noruega
    Mariana Ferreira Couto1,

    CALENDÁRIO DE REUNIÕES 2013 Vol.XXI, nº3

    Data, Local, Website

    PRÉMIOS DA SPAIC 2013 Vol.XXI, nº3

    Prémios e Regulamentos SPAIC

    EDITORIAL 2013 Vol.XXI, nº2

    O presente número da Revista Portuguesa de Imunoalergologia (RPIA) começa com um artigo de revisão sobre a vitamina D e a asma brônquica. Os níveis de vitamina D têm sido associados com várias patologias, nomeadamente com a asma e outras doenças alérgicas, e esta possível associação tem sido de forma crescente abordada pela comunidade científica.
    Ângela Gaspar

    Vitamina D e asma brônquica 2013 Vol.XXI, nº2

    ARTIGO DE REVISÃO

    A deficiência de vitamina D é actualmente reconhecida como pandémica e de causa multifactorial. Tem emergido um crescente número de estudos acerca dos efeitos adversos da deficiência da vitamina D e sua associação com várias patologias, tais como a asma brônquica.
    Carmelita Ribeiro1, , Beatriz Tavares1, , António Segorbe Luís1,

    Segurança da imunoterapia específica em pauta ultrarápida utilizando extractos alergénicos modificados em idade pediátrica 2013 Vol.XXI, nº2

    ARTIGO ORIGINAL

    A indução da imunoterapia específica (IE) subcutânea (SC) com extractos alergénicos convencionais, para além da sua morosidade, pode associar -se à ocorrência de reacções adversas. Recentemente foi documentada a eficácia e a segurança dos extractos modificados, como os alergóides, com a indução efectuada em pautas aceleradas. No entanto, são escassos os estudos que avaliem a sua segurança em crianças.
    Cristina Arêde1, , Graça Sampaio1, , Luís Miguel Borrego1, 2, , Mário Morais -Almeida1,

    Utilização conjunta do CARAT e função respiratória na avaliação do controlo da asma e rinite 2013 Vol.XXI, nº2

    ARTIGO ORIGINAL

    Questionários estandardizados e avaliação funcional respiratória são ferramentas essenciais na avaliação do doente com sintomas de asma e/ou rinite.
    Ana Pereira1, , Carla Martins1, , João Fonseca1, 2, 3,

    Avaliação da evolução e controlo da asma em grávidas num serviço de Imunoalergologia 2013 Vol.XXI, nº2

    ARTIGO ORIGINAL

    A asma complica frequentemente a gravidez, sendo a evolução individual imprevisível.
    Ana Leblanc1, , Eunice Dias de Castro1,

    MATERNAL AND NEWBORN VITAMIN D STATUS AND ITS IMPACT ON FOOD ALLERGY DEVELOPMENT IN THE GERMAN LINA COHORT STUDY 2013 Vol.XXI, nº2

    ARTIGOS COMENTADOS

    Os níveis de vitamina D estão associados ao desenvolvimento de doença atópica, no entanto, os dados existentes são controversos.
    Natacha Santos1, , Teresa Moscoso2,

    Imunoterapia específica e controlo da asma 2013 Vol.XXI, nº2

    ARTIGO ORIGINAL

    A imunoterapia específica (ITE) associa -se a uma modulação imunológica, podendo permitir, nos asmáticos alérgicos, melhorias clínicas progressivas e mantidas.
    Amélia Spínola Santos1, , Manuel Branco Ferreira1, 2, , Manuel Pereira Barbosa1, 2,

    Valores de resistina, adiponectina e leptina em doentes com asma e excesso de peso 2013 Vol.XXI, nº2

    ARTIGO ORIGINAL

    Nos últimos anos, tem -se assistido a um aumento da prevalência de asma e obesidade. A asma é uma doença inflamatória crónica das vias aéreas. A obesidade corresponde a um desequilíbrio entre a energia ingerida e a despendida, que resulta em excesso de gordura corporal e em doença. O excesso de peso e a obesidade aumentam o risco de desenvolvimento de asma.
    Carlos Loureiro1, , Anabela Mota Pinto2, , Magadalena Muc3, , Sofia Vale Pereira2, , Filipa Angelo2, , Ana Todo-Bom1, 2,

    Hereditary angioedema: Experience with icatibant in severe attacks 2013 Vol.XXI, nº2

    ARTIGO ORIGINAL

    O angioedema hereditário (AEH) é uma síndrome clínica caracterizada por episódios recorrentes e transitórios de edema submucoso e/ou subcutâneo. O icatibant é um novo fármaco, antagonista selectivo dos receptores B2 da bradicinina, para o tratamento das crises de AEH.
    Leonor Paulos Viegas1, , Manuel Branco Ferreira1, 2, , Amélia Spínola Santos1, , Manuel Pereira Barbosa1, 2,

    Anaphylaxis to sunflower seed 2013 Vol.XXI, nº2

    CASO CLÍNICO

    A sensibilização à semente de girassol (Helianthus annuus) tem sido descrita a proteínas de reserva (albuminas 2S) e a proteínas de transferência de lípidos (LTPs), mas reacções anafilácticas associadas à ingestão são raras.
    Mariana Couto1, , Ângela Gaspar1, , Susana Piedade1, , Idoia Postigo2, , Jorge Martínez2, , Mário Morais -Almeida1,

    XII Reunião da Primavera da SPAIC 2013 Vol.XXI, nº2

    NOTÍCIAS

    Estágio de Alergia Alimentar no Serviço de Alergologia do Hospital Universitário La Paz, Madrid, Espanha.

    CALENDÁRIO DE REUNIÕES 2013 Vol.XXI, nº2

    Data, Local, Website

    PRÉMIOS DA SPAIC 2013 Vol.XXI, nº2

    Prémios e Regulamentos SPAIC

    EDITORIAL 2013 Vol.XXI, nº1

    actual número da Revista Portuguesa de Imunoalergologia (RPIA) começa com um artigo original sobre um tema de grande importância e que tem sido pouco estudado, a problemática da prescrição “off-label” na patologia alergológica em idade pré-escolar, ao qual foi atribuído o prémio SPAIC / Bial-Aristegui 2012.
    Ângela Gaspar

    Para além da bula: Prescrição “off-label” na patologia alergológica em idade pré-escolar 2013 Vol.XXI, nº1

    ARTIGO ORIGINAL

    Diversos estudos têm demonstrado que a utilização “off -label” de fármacos é habitual em crianças com patologia alergológica. Em Portugal, existem poucos estudos referentes a esta temática e nenhum específico de fármacos para tratamento de doenças alérgicas.
    António Jorge Cabral1, , Mário Morais -Almeida1,

    Associação entre o ganho de peso e a prevalência e gravidade de sibilância e asma no primeiro ano de vida 2013 Vol.XXI, nº1

    ARTIGO ORIGINAL

    Relação entre diferentes padrões de ganho de peso no primeiro ano de vida e a prevalência e gravidade de sibilância e asma nesse período.
    Gustavo Wandalsen1, , Leila Borges1, , Nathália Barroso1, , Anna Carolina Navarro1, , Fabíola Suano1, , Elaine Prestes2, , Herberto Chong Neto3, , Nelson Rosário Filho3, , Ana Carolina Dela Bianca4, , Carolina Aranda1, , Décio Medeiros4, , Emanuel Sarinho4, , Lilian Moraes5, , Javier Mallol6, , Dirceu Solé1,

    Estudo da variação intradiária das concentrações de pólen de gramíneas na atmosfera de Portugal Continental 2013 Vol.XXI, nº1

    ARTIGO ORIGINAL

    O pólen da família das Poaceae (gramíneas) é uma das principais fontes de aeroalergénios no mundo, particularmente na Europa Mediterrânica. Representa, por isso, um importante factor de risco de asma, rinite e/ou conjuntivite alérgica e constitui a principal causa de polinose em Portugal.
    Elsa Caeiro1, 2, , Luísa Lopes3, , Ângela Gaspar4, , Ana Todo -Bom5, , José Ferraz de Oliveira6, , Carlos Nunes7, , Mário Morais -Almeida4, , José Costa Trindade8, , Rui Brandão2,

    Estudo comparativo de métodos de rastreio de atopia em doentes com rinite (ImmunoCAP® Rapid versus Phadiatop® e testes cutâneos em picada) 2013 Vol.XXI, nº1

    ARTIGO ORIGINAL

    Cerca de 75% dos casos de rinite têm etiologia alérgica. O diagnóstico de alergia respiratória permite a optimização terapêutica. O ImmunoCAP® Rapid é um método in vitro que permite determinar qualitativamente a presença de IgE específica no sangue total.
    José Geraldo Dias1, , Susana Lopes Silva1, , Sofia Luz1, , Sara Pereira da Silva1, , Amélia Spínola Santos1, , Elisa Pedro1, , Conceição Pereira Santos2, , Manuel Pereira Barbosa1,

    Asma e eczema atópico numa criança: Tratamento eficaz com omalizumab 2013 Vol.XXI, nº1

    CASO CLÍNICO

    O omalizumab está aprovado como terapêutica adicional na asma alérgica grave a partir dos 6 anos.
    José Geraldo Dias1, , Ana Mendes1, , Elisa Pedro1, , Manuel Pereira Barbosa1,

    OMALIZUMAB AND HYPERSENSITIVITY REACTIONS 2013 Vol.XXI, nº1

    ARTIGOS COMENTADOS

    A anafilaxia resulta da libertação súbita de mediadores de mastócitos e basófilos em circulação e a sua prevalência, tendo em conta todos os desencadeantes, está estimada em 0,05-2%. Presentemente, o tratamento da anafilaxia consiste em evitar o desencadeante bem como terapêutica médica imediata.
    Filipa Ribeiro1, , João Gaspar Marques2,

    XXXIX Congresso Brasileiro de Alergia e Imunopatologia 2013 Vol.XXI, nº1

    Estágio nos Serviços de Pneumologia e de Alergologia do Hospital Universitario La Fe, Valência, Espanha

    Stress e doença alérgica: Mecanismos subjacentes 2013 Vol.XXI, nº1

    ARTIGO DE REVISÃO

    O stress é reconhecido como um factor importante de exacerbação, agravamento e diminuição da resposta ao tratamento de várias doenças alérgicas, nomeadamente da conjuntivite, rinite, asma e dermatite atópica. Contudo, os seus mecanismos etiopatogénicos continuam mal esclarecidos.
    Gisela Calado1, , Graça Loureiro1,

    Espirometria em idade pré-escolar na prática clínica 2013 Vol.XXI, nº1

    ARTIGO ORIGINAL

    A espirometria é essencial para avaliação do doente asmático, sendo exequível em idade pré -escolar. Porém não existem estudos que demonstrem as diferenças entre crianças asmáticas e outras entidades clínicas, como sibilância recorrente não atópica (SRNA) e tosse crónica, quer na espirometria quer na prova de broncodilatação (BD).
    Luís Miguel Borrego1, , Mariana Couto1, , Isabel Almeida1, , Mário Morais -Almeida1,

    Envolvimento tímico na imunoterapia específica e na alergia respiratória a Dermatophagoides pteronyssinus 2013 Vol.XXI, nº1

    ARTIGO ORIGINAL

    Os círculos de excisão do receptor da célula T (TRECs) em linfócitos T -CD31+ correlacionam -se com células recentemente emigradas do timo (RTEs).
    Celso Pereira1, , Graça Loureiro1, , António Martinho2, , Artur Paiva2, , Beatriz Tavares1, , Daniel Machado1, , Rodrigo Nunes2, , Susana Pedreira2, , Maria Luísa Pais2, , António Segorbe -Luís1,

    Efeito conjunto da exposição à poluição do ar e aos ácaros do pó sobre as vias aéreas 2013 Vol.XXI, nº1

    ARTIGO ORIGINAL

    asma é uma doença respiratória crónica, cujo agravamento pode estar associado a factores ambientais, entre os quais os relacionados com a qualidade do ar.
    Pedro Martins1, 2, , Joana Valente3, , Ana Luísa Papoila4, 5, , Iolanda Caires1, , José Araújo -Martins1, 6, , Pedro Mata7, , Miriam Lopes3, , Simões Torres8, , José Rosado -Pinto9, , Carlos Borrego3, , Nuno Neuparth1, 2,

    Atopia e sarcoidose – Que relação entre as duas entidades? 2013 Vol.XXI, nº1

    CASO CLÍNICO

    A relação entre patologias associadas a respostas imunológicas de tipo Th1 e Th2 permanece por esclarecer, nomeadamente a influência de respostas Th2 na evolução de patologias caracterizadas por desvios Th1.
    Patrícia Caetano Mota1, , Ana Reis Ferreira2, , António Morais1, 3, , Eunice Dias de Castro2,

    CALENDÁRIO DE REUNIÕES 2013 Vol.XXI, nº1

    Data, Local, Website

    PRÉMIOS DA SPAIC 2013 Vol.XXI, nº1

    Prémios e Regulamentos SPAIC

    Tratar a Alergia: Passado, Presente e Futuro 2013 Vol.XXI, Suplemento

    SUPLEMENTO

    PROGRAMA